Quinta edição da Mostra Ecofalante vai das salas de aula às salas de cinema

Exibição terá filmes premiados e inéditos no Brasil


Mostra terá exibições em diversos locais da cidade de São Paulo
A Mostra Ecofalante de Cinema Ambiental chega a quinta edição em 2016 e se firma como maior festival de cinema ambiental do Brasil. Serão exibidas mais de 100 produções de diversos países.

Os filmes serão exibidos entre os dias 15 e 19 de junho nas seguintes salas do circuito de cinema de São Paulo: Caixa Belas Artes, Reserva Cultural, Cinemateca Brasileira, Centro Cultural São Paulo e Cine Olido.

Mas a Mostra não ficará restrita aos cinemas. Os Centros Educacionais Unificados (CEUs), a Biblioteca Mário de Andrade, as unidades das Fábricas de Cultura, também contarão com programação. Serão sedes do evento os CEUs Paz, Butantã, São Rafael, Três Lagos, Quinta do Sol, Heliópolis, Campo Limpo e Pêra Marmelo.

Cena do filme, com uma pessoa ao lado de pinguim observando uma geleira
Cena de "O céu e a Geleira", filme exibido na Mostra e premiado no festival de Cannes.
Segundo a organização, a busca pela diversificação na abordagem dos temas está presente na divisão da mostra em sete programas diferentes: Mostra Contemporânea Internacional, Panorama Histórico, Competição Latino-Americana, Homenagem, Circuito Universitário, Mostra Escola e Curta Ecofalante.

“A Mostra Ecofalante traz para o Brasil filmes que muitas vezes não chegam aqui, sempre com o viés socioambiental” explica Mônica Ribeiro, coordenadora de comunicação da exposição.

Mônica ainda explica que o principal diferencial da Mostra é colocar em discussão temas cotidianos que passam batidos, mas de forma lúdica, por meio do bom cinema: “são promovidos debates para aprofundar esses temas”, complementa.

38 filmes compõem a Mostra Contemporânea Internacional

Um dos mais importantes programas desta edição é a Mostra Contemporânea Internacional, que reúne 38 produções de diversos países e estão divididas em temas como ‘Cidades’, ‘Consumo’ e ‘Povos & Lugares’.

Um dos principais destaques é “(R)Evoluções Invisíveis” (Invisible (R)Evolutions - França, 2014), com direção de Philippe Borrel e premiado no Festival Internacional Ambiental de Paris. O filme aborda iniciativas que surgem como alternativa ao estilo de vida acelerado que se direciona ao caos econômico, social e ecológico.

Cena do documentário (R)evoluções invisíveis
Também será possível assistir “Cowspiracy: O Segredo da Sustentabilidade” (Cowspiracy: The Sustainability Secret) (EUA, 2014) com direção de Kip Andersen e Keegan Kuhn. O documentário trata dos impactos da atividade agropecuária no mundo e traça um panorama dos problemas causados por ela.

Leia também: Resenha: Cownspiracy – Quem é o culpado pelo aquecimento global?

Homenagem

Considerado um dos patronos do ambientalismo no Brasil, Paulo Nogueira Neto já foi Secretário Especial do Meio Ambiente durante os governos Geisel e Figueiredo (1973-1985). Ele é professor titular aposentado do Instituto de Biociências da USP e será o homenageado da 5ª Mostra Ecofalante.

Paulo Nogueira Neto formou-se inicialmente em Ciências Jurídicas e Sociais (Foto: IEA/USP)
Paulo foi eleito duas vezes vice-presidente do programa O Homem e a Biosfera (MAB) da UNESCO e foi membro da Comissão Brundtland de Meio Ambiente e Desenvolvimento das Nações Unidas, a responsável pela criação do conceito de Desenvolvimento Sustentável.

Mostra chegará a outras cidades em setembro

Apesar das exibições só acontecerem na cidade de São Paulo em junho, no segundo semestre outros locais serão contemplados. “A Mostra circulará por cidades do Estado de São Paulo sempre em parceria com o SESC/SP. Esse ano será em setembro” conclui Mônica.

Quer saber mais? Acesse o site http://www.ecofalante.org.br/mostra/. Lá você encontra a programação completa e também, além de todas as sinopses dos filmes que serão exibidos.



Comente com o Facebook: