Alagamentos em Bauru estão longe de acabar

Saiba quais são os planos da Prefeitura e como se proteger dos riscos

ônibus ilhado em alagamento e avenida nações unidas destruída

Chuva destruiu calçada e deixou ônibus ilhado na Nações (Foto: Reprodução/UOL) 
A cidade de Bauru continua enfrentando diversos problemas de alagamento. Em tempos chuvosos, importantes avenidas ficam submersas e os transtornos afetam vários pontos da cidade.  

Segundo a Defesa Civil, os pontos mais críticos estão na Rua São Sebastião e na Avenida Comendador José da Silva Marta, próximo à linha férrea. Além destas, a Avenida Nações Unidas também sofre com os alagamentos, principalmente próximo ao Obeid Plaza, no pontilhão da ALL e no cruzamento com a Avenida Rodrigues Alves. 

Rua alagada em Bauru durante a noite

Cruzamento da Av. Nuno de Assis com Nações Unidas (Foto: Renan Casal/JCNet)
Durante os períodos de chuvas fortes que ocorrem principalmente entre os meses de dezembro a março, a Defesa Civil realiza a Operação Verão. Nela, diversas ações são desenvolvidas com o objetivo de evitar ou minimizar os estragos causados pelos temporais. Placas informativas e até cancelas para bloquear a passagem em pontos de alagamento foram instaladas na cidade. A Defesa Civil também acompanha a previsão meteorológica com as informações do Instituto de Pesquisas Meteorológicas (IPMet).

A solução está longe de chegar 

No último dia 26 de abril, a Prefeitura realizou uma audiência pública onde apresentou seis propostas para solucionar os problemas de enchentes na Avenida Nações Unidas. Entre elas, a construção de novas galerias e a implantação de dois novos piscinões – como são chamados os reservatórios pluviais. 

Carro é levado pela correnteza na Av. Nações Unidas, próximo ao Supermercado Paulistão

Carro é levado pela correnteza na Av. Nações Unidas, próximo ao Supermercado Paulistão  (Foto: Renan Casal/JCNet)
O grande embate está no custo das obras que varia entre R$165 a R$237 milhões.

A empresa responsável pelos projetos de drenagem na Nações apresentou nesta quarta-feira (6) novo estudo para sanar os problemas de alagamentos. A proposta inclui a abertura do Córrego das Flores que corre por baixo da avenida. No entanto, o projeto foi considerado inviável principalmente por questões paisagísticas.

Segundo o informe da prefeitura de Bauru, a secretária de Meio Ambiente Lázara Gazzetta destacou que a Nações Unidas perderia seus canteiros gramados e que o projeto não excluiria a necessidade de construir mais piscinões.

Com isso, a empresa irá concluir o projeto de drenagem, para só então ser estipulado o valor real das obras. Mas a captação de recursos e a execução das obras tem previsão de começar somente no próximo ano.  

O que fazer em caso de alagamentos? 

Enquanto as obras não chegam, em caso de chuvas fortes você pode tomar uma série de cuidados para não correr riscos. Vale lembrar que no período de chuvas, além de alagamentos, a cidade está sujeita a outros incidentes como deslizamentos, fortes raios e vendavais.   
Veja a seguir o que a Defesa Civil recomenda em casos de inundações e alagamentos: 

Infográfico sobre riscos de fortes chuvas e alagamentos em Bauru

(Infográfico: Luis Felipe Silva/Impacto Ambiental)



Comente com o Facebook: