7 dicas de como ter uma horta em pequenos espaços

Você pode ter mais saúde, economia e verde dentro de casa com uma horta mesmo em locais menores


Área de lavar de uma casa, com vários casos de plantas nas paredes e janela
Aprenda como deixar seu apartamento ou casa menor com vasinhos de plantas, comestíveis ou não, por todo canto!
(Foto: Breno Ottoni Fragiorge/Flickr)
Quando você pensa na palavra "horta" qual imagem vem a sua cabeça? Um local rural e com muito espaço? Chegou a hora de desconstruir esse pensamento e ver que é possível ter uma horta mesmo em pequenos espaços! E o melhor de tudo: de forma simples e prática!

Ter o trabalho de se deslocar até uma feira ou mercado e ainda adquirir alimentos estragados, murchos ou velhos não será mais um problema. O investimento inicial, que realmente é baixo, pode gerar economia a médio e longo prazo.

Com os produtos ao alcance das mãos, ali na hora dos preparos, o seu consumo de vegetais será maior, proporcionando uma melhor qualidade de vida e saúde. E tem outro benefício: você estará livre de agentes químicos.

Chega de enrolação! Abaixo segue uma lista de sete dicas para quem gostou da ideia mas não sabe nem por onde começar:

1- Planeje

O primeiro passo é se planejar, decidindo coisas básicas como o local e o que será plantado, levando em conta a umidade, luminosidade, espaço. A variedade de alimentos que se desenvolvem bem nestes espaços é enorme e a escolha vai depender do gosto de cada um e das estruturas disponíveis.
Dedos segurando um ramo de hortelã
Um raminho de hortelã, para sucos ou até aquele drink do fim de semana!
(Foto: Thais Barion/Impacto Ambiental)

Para facilitar tente começar por temperos ou plantas pequenas, mais fáceis de cuidar, como hortelã, manjericão, alecrim, orégano, salsinha e cebolinha.

Quem conta com um espaço maior pode ficar mais livre, desde alface e rúcula, a tomate, pepino e batata-doce.

2- Use a criatividade


    Horta em canos: reutilização de materiais e pouco espaço necessário. E fica muito bonito!
(Foto: Reprodução/Empório das Sementes)
Este é um ponto fundamental. Sua horta deve ser um local para se distrair e relaxar, descarregando as energias de um dia turbulento. É um ambiente que te traga boas energias e seja sua cara.

Você pode utilizar vários objetos para substituir os tradicionais vasinhos. Objetos como latas, caixotes, potes de vidro e canos são práticos, fáceis de encontrar e existentes de vários tamanhos e formas. Eles podem tornar o seu ambiente mais moderno e despojado.

3 – Utilize materiais recicláveis

Horta com garrafas pets, penduradas horizontalmente por uma fio branco
Ao invés de jogar fora, por que não reutilizar? (Foto: Reprodução/Mulher Tendências)
A alternativa para quem quer evitar gastos também existe! Antes de reciclar, vem a ideia de reutilizar!
Muitas coisas descartadas todos os dias podem ser reaproveitadas, como caixinhas de leite, garrafas pet, canos de PVC ou alumínio, potinhos de margarina ou latinhas diversas.

Não faltam possibilidades de vasinhos que iriam virar lixo!
(Foto: Reprodução/Dicas Verdes)

4 - Prefira locais com luminosidade


O verde da sua hortinha vai fazer bastante diferente em meio a todo concreto em volta
(Foto: Reprodução/Nutrição e Desenvolvimento)

A maioria destas plantas precisam de sol todos os dias e preferem locais com pouca umidade e sem muito vento. Nos apartamentos uma boa opção é colocá-las nas sacadas e varandas, como hortas verticais.

5 – Regue no mínimo de 2 em 2 dias


Cada planta vai exigir uma forma de cuidado. Algumas gostam mais de água e outras não. De forma geral, regue no mínimo de 2 em 2 dias na parte da manhã ou a tarde, para não trazer danos.

Regador próximo a um vidro de uma sacada
Não esqueça de molhar suas plantinhas!
(Foto: Rafael Barbosa/Flickr)

Também é necessário fazer furos na parte inferior dos recipientes. Eles são importantes para não acumular água.

6 – Adube regularmente


Para a base das suas plantas, você deve encontrar terras preparadas. Elas existem no mercado. Os diversos compostos orgânicos são necessários para a adubação, que deve ser realizada em média de 15 em 15 dias.

Outra opção natural é adubar naturalmente com elementos descartados na própria cozinha para evitar pragas e utilização de venenos industriais.

Saiba mais sobre chorume e como fazer sua composteira clicando aqui.

Aprenda mais sobre adubação no vídeo:


7 – Use como um elemento decorativo


Mais beleza para sua casa! (Foto: Reprodução/Isabella Buzzo)
A decoração também é um benefício estético, já que o ambiente fica muito mais harmonioso com um verdinho espalhado pela casa. Ajuda também a diminuir a temperatura do ambiente, agora mais fresco e agradável.

Confira alguns vídeos de como fazer uma decoração criativa:

DIY sobre horta vertical com canecas:



DIY com 3 ideias de mini horta



As hortas também podem ser componentes da arquitetura, como parte da própria estrutura residencial.

Agora não tem mais desculpa para não ter sua hortinha em casa!


Comente com o Facebook: