Muito sol ou chuva? Saiba como ficará o tempo no verão 2017

Meteorologista do IPMET conta como estão as previsões para o período do verão 2017

Forte iluminado em ponta praia. Tempo nublado.
Fenômeno La niña está fraco, mas pode abaixar temperaturas (Foto: Alexandre Moura "xnd"/Flickr)
O verão, estação climática entre dezembro e março, é a época do ano mais aguardada pelos apaixonados por praia e calor. Nessa estação, as horas de luz começam mais cedo e terminam mais tarde, deixando o dia "maior". Com as férias, muitas pessoas que programaram suas viagens durante o ano todo recorrem à pesquisas climáticas que lhe respondam a seguinte pergunta: “Será que vai chover?

Para responder a pergunta que não quer calar, o Impacto conversou com o meteorologista Fernando de Almeida Tavares, do Centro de Meteorologia de Bauru (IPMET), que nos informou que a previsão de temperatura para 2017 se encontra dentro da normal climatológica, assim como a chuva, que deve estar dentro da média registrada nos últimos anos.



De acordo com o profissional, o fenômeno climático natural conhecido como La niña está fraco, mas caso se intensifique, pode provocar temperaturas baixas. Tal fenômeno consiste no resfriamento das temperaturas do Oceano Pacifico e é caracterizado por apresentar um alto índice de chuva na região Norte e Nordeste do país, além de ocasionar frio no Sudeste, Centro- Oeste, Paraná e Bahia.

O Lã niña ocorre de forma alternada ao advento do El niño (o El niño é responsável pelo aquecimento das águas e pela alta amplitude térmica). É importante lembrar que esta alternância de eventos é cíclica e que o La Niña dura no máximo dois anos.

Confira a seguir o mapa que indica a previsão do tempo nos primeiros meses de 2017, publicado em boletim no dia 19 de dezembro:

Mapa do Brasil indicando chuva abaixo do normal no Sul e em parte do Nordeste e pouco acima do normal em áreas do Norte do país
(Imagem: Divulgação/CPTEC)
Segundo o Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos (CPTEC), na área fora de destaque do mapa na região Norte do Brasil, há probabilidade igual de chuva (acima, dentro do normal e abaixo). Já a temperatura deve ficar acima do normal no primeiro trimestre de 2017.

No Nordeste, entre o leste do Piauí, Ceará, Rio Grande do Norte e Centro dos estados do Rio Grande do Norte, Paraíba e Pernambuco e extremo-norte baiano há menos chance de chuva que o normal. Em toda a região, a temperatura poderá ser maior que o comum.



No Centro- Oeste, apenas o extremo-sul do Mato Grosso deve se juntar ao Sul do país, que conta com maior probabilidade de chuva. O resto da região, assim como o Sudeste, conta com baixa previsibilidade, o que indica chance igual para as categorias.

As temperaturas no MT, GO, DF e MS devem ficar acima do normal.  O Sudeste e o Sul provavelmente apresentarão temperaturas dentro do esperado.

Leia também:

Saiba mais sobre as doenças de verão!

Quer viajar? Confira 5 destinos ecoturistas no Brasil para visitar!

Horário de verão: entenda como ele funciona


Comente com o Facebook: