Ciência e tecnologia nas pequenas coisas

Conheça o irrigador solar que você pode fazer em casa

irrigador solar
O invento é uma ótima opção também para jardins e hortas urbanas. Foto: Embrapa/divulgação
"Ciência é algo belo que me preenche de satisfação. A tecnologia é uma filha da ciência muito importante para a evolução sem abusos". A frase é de Washington Luiz de Barros Melo, nascido na cidade de Bonito, interior do Pernambuco, famosa pelas belas cachoeiras e o Quilombo dos Palmares que abrangia a região. Sua infância foi marcada por carrinhos de lata de óleo e desenhos que fazia de animais. Com eles descobriu, aos seis anos, que o mapa do Brasil parecia a parte dianteira de um boi.

O interesse pela ciência veio logo no início do ginásio. “Um padre holandês conversava com meu irmão sobre os amigos físicos e eu ouvia. Depois, um velho professor com interesse que eu ensinasse seu filho, comprava uns kits de cientistas da Abril Cultural, depois os dava de presente para mim e eu guardo até hoje...”

Formado em física pela Universidade Federal de Pernambuco, além de mestre e doutor pela Universidade de São Paulo, o pernambucano Washington fez um pouco de tudo. Trabalhou como office-boy num cartório, depois como balconista, foi funcionário do INPS e INAMPS, professor de engenharia elétrica na Universidade Estadual Paulista (Unesp) de Ilha Solteira e por último, pesquisador da Embrapa Instrumentação (SP).

A invenção

Estamos em algum momento de 2015. Washington via pessoas desperdiçarem água lavando o quintal e o asfalto em frente à sua casa e sempre achou que a água seria um dos produtos mais caros para a humanidade. Era seu primeiro dia de férias e lá estava ele unindo garrafas pet, capas de fios elétricos e bexiga num todo ainda indefinido e coberto de cola.

Pensando em criar algo que fosse de baixo custo e que todos pudessem montar em casa, Washington quis irrigar seu jardim com material reciclado, dando “uma utilidade nobre para o lixo”, mas também sem usar energia elétrica, “já que a do Sol é mais barata”. Assim nascia o irrigador solar.

“Enchi a bexiga parcialmente com ar dentro da garrafa, depois coloquei meio volume de água. Furei a tampa da garrafa, procurei atravessá-la com a capa de fio e vedei bem para não ter vazamento de pressão. Coloquei no sol e esperei. A luz solar aqueceu a bexiga que se expandiu, assim, empurrou a água de dentro da garrafa que subiu pelo tubo feito da capa de fio elétrico. Segundos depois, a água jorrava pelo tubo”

O irrigador é baseado em processos termodinâmicos. A energia solar é captada por uma garrafa vazia e preta, para máxima absorção de luz. Absorvendo, ela aquece, o ar que está dentro se expande e tenta sair, mas encontra a água que está em outra garrafa e a empurra. Essa água vai para mais uma mangueira que tem pequenos furos e aos poucos as gotas vão caindo na terra. Do outro lado, uma garrafa também com mangueira, retira água de um galão, por causa da diferença de pressão do ar.






Esquema ilustrado do irrigador solar/Foto: Reprodução Embrapa

Uma invenção que oferece alta economia e sustentabilidade a partir de uma ideia de baixa complexidade e custo, ideal para pequenas lavouras, hortas e jardins. Segundo Washington, o custo de produção é de cerca de 20 reais e o consumo de água é muito reduzido por conta da regulação feita pelo controle de nível.

No quesito sustentabilidade, o projeto é feito quase inteiramente por materiais que iriam para o lixo e ainda evita o desperdício de água causado pelos irrigadores comuns. O equipamento também é muito versátil, já que a intensidade do gotejamento pode ser regulada por meio da altura do gotejador e o produtor pode colocar insumos na água do reservatório para otimizar o processo.

De início não houve interesse pelos demais colegas de Washington no irrigador. Mas assim que o pesquisador apresentou a ideia em uma das reuniões da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), ela se espalhou nos meios de comunicação e ganhou destaque. Os protótipos foram se aperfeiçoando para resolver problemas, principalmente nas vedações. A versão atual não exige muitas conexões, além de ter limpeza e manutenção práticas.

A novidade saiu em diversos jornais, revistas e blogs. Estudantes brasileiros procuram até hoje o inventor do irrigador solar para montá-lo em hortas nas escolas, fazer projetos para feiras de ciências ou TCCs sobre o assunto.

Um novo protótipo foi pensado para o público urbano, que quer ter uma varanda com flores, mas não tem tempo de cuidar. Para isto, a Embrapa firmou parceria com uma empresa para produzir. Quem se interessar pode encomendar um irrigador solar pronto pelo telefone (16) 3419-6323 ou aprender a montar o seu através do manual de montagem da Embrapa http://www.senargo.org.br/images/Agrinho/irrigador_solar.pdf


Ciência e sustentabilidade

A Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) é uma corporação nacional focada na geração de conhecimento e tecnologia para agropecuária brasileira. Suas unidades são importantes centros de pesquisa, desenvolvimento e inovação que, além de aumentar a competitividade da agricultura brasileira, também promovem estudos e ações de sustentabilidade ambiental e aprimoramento de políticas públicas relacionadas ao setor, como a questão dos alimentos e da matriz energética do país.


Jardim filtrante desenvolvido pela Embrapa para dar destino adequado ao esgoto proveniente de pias, tanques e chuveiros.
Foto: Giovanna Adelle

Em 2018, completou-se 20 anos que Washington trabalha na Embrapa Instrumentação em São Carlos (SP). Suas pesquisas atualmente estão na área de sensores e espectroscopia de absorção, que é um método de análise usado para determinar a presença de metais. 

Patenteado pela Embrapa, o irrigador solar passou a ser produzido por agricultores em vários estados brasileiros e também em países como Argentina, Angola, Moçambique, Espanha, Rússia, China e Finlândia.

Não ganhei prestígio, nem dinheiro. A vida continua! Fico muito satisfeito em atender às pessoas que me procuram para que eu ajude a montar um irrigador. A busca é grande e o SAC da Embrapa tem recebido um volume muito grande de pedidos dos manuais. É recorde no SAC já há três anos!


Pesquisador Washington e com o irrigador solar. Foto: Giovanna Adelle

Tão grande quanto a simplicidade do irrigador solar é a de seu inventor. Essa é a homenagem do Impacto a todos aqueles que dedicam sua vida a pensar em meios de melhorar a vida das pessoas e do planeta, até mesmo nas coisas mais simples do dia-a-dia.

Edição: Giovanna Romagnoli