Menos 1 lixo: salvando o planeta 1 copinho por vez

Projeto lança linha de copos reutilizáveis com objetivo de reduzir danos dos descartáveis 

Ao utilizar o copinho do Menos 1 Lixo cinco vezes por dia, uma pessoa economiza, por ano, 1825 copos descartáveis

Com mais de 221 mil seguidores no Instagram e muito engajamento dentro e fora das redes, o movimento Menos 1 Lixo traz à tona muitas pautas sustentáveis, focando não só na educação ambiental, mas dando meios para que as pessoas mudem sua maneira de viver. 

O projeto surgiu do desafio pessoal da idealizadora Fe Cortez que decidiu não consumir copos descartáveis por um ano, economizando sozinha 1618 copos que teriam uma vida útil curta. 

Marina Marcucci, coordenadora de conteúdo do Menos 1 Lixo, conta que começou a desafiar seus amigos a não consumirem copos descartáveis e, com isso, passou a documentar o processo, exercendo cada vez mais a sua força como ativista na construção do movimento Menos 1 Lixo. Segundo Marina, desde que os desafios iniciaram, o projeto tem desenvolvido bastante a temática ambiental e atingindo mais pessoas. 
Nós acreditamos que todo mundo pode, deve e quer mudar o mundo. Nosso objetivo é servir de ponte e apoio para que isso aconteça

Menos 1 Lixo VS Copos plásticos

Segundo a ONU Meio Ambiente, mais de 8 milhões de toneladas de plástico chegam aos oceanos por ano. Frente a isso, o pessoal do Menos 1 Lixo desenvolveu uma linha de copos portáteis e reutilizáveis. “O copo foi lançado em 2016, com fabricação 100% brasileira e com toda a preocupação ambiental que ele precisa”, diz Marina. Além disso, a venda dos copos é destinada para manutenção do movimento, da equipe, da estrutura e das propostas do projeto.

Menos 1 Lixo e o Mares Limpos

Mares Limpos é uma iniciativa global da ONU Meio Ambiente que tem por objetivo reduzir os impactos dos plásticos descartados nos oceanos cobrando compromissos de governos, do setor privado e da sociedade. 

Para que esses compromissos sejam implementados até 2022, data estabelecida pela ONU, é necessário que ações como políticas para a proteção dos ecossistemas marítimos, redução da produção de embalagens plásticas e o modo como se descarta o lixo sejam repensadas e reforçadas. 

Devido a história da Fe Cortez como ativista ambiental e defensora dos oceanos, a idealizadora do projeto Menos 1 Lixo foi convidada a ser defensora de Mares Limpos. Lançando em 2018 a websérie Mares Limpos, Cortez procura conscientizar as pessoas sobre os verdadeiros impactos do plástico nos oceanos, além de falar sobre a agenda global relacionado ao assunto.
Fe Cortez, criadora do projeto Menos 1 Lixo, também foi apresentadora do programa Discovery Home  & Health, Menos é Demais, e hoje é colunista mensal da Glamour. Foto/Reprodução: menos1lixo.com.br
Segundo dados cedidos pela coordenadora de conteúdo do Menos 1 Lixo, parte da alimentação dos peixes é de plástico descartado no oceano e 90% das aves marinhas já comeu plástico uma vez na vida. Além disso, uma a cada três tartarugas também já ingeriu plásticos. 

Como se já não fosse assustador o suficiente, Marina Marcucci completa "A cadeia é cíclica e já estamos, também, nos alimentando do plástico que produzimos”. Em vista dos fatos, faço aqui um desafio em nome do Impacto Ambiental para os leitores: que tal dar um primeiro passo e tentar ficar um fim de semana inteiro sem usar descartáveis de qualquer espécie? 


Para ajudar no desafio, compre o copo do projeto aqui

Editora: Beatriz Bethlem