• Fulano

Águas termais são consideradas milagre de cura

Conheça as fontes termais de Águas de São Pedro no interior de SP

A foto mostra fontes termais jogando água para o alto.
Praça Dr. Octavio Moura Andrade, um dos pontos turísticos da cidade (Foto: Ken Chu/Expressão Studio)

Por Giovana Matos Moraes


Roberto e Erasmo Carlos descreveram a região de Águas de São Pedro como “um lugar bonito e tranquilo” na famosa canção Além do Horizonte, composta quando ali frequentavam. O que eles não colocaram na música foram as águas medicinais que atraem turistas do Brasil todo para a pequena cidade.


Localizada há 185 km de São Paulo, o município de cerca de 3.000 habitantes vive do turismo gerado pelas fontes termais, notáveis pelo uso em tratamentos médicos e estéticos. São três tipos de água encontradas em Águas de São Pedro: Almeida Salles, Gioconda e Juventude. Cada uma com características distintas e uso específico.


Almeida Salles: Com pH 8.5, é classificada como clorobicarbonatada sódica-alcalina. É indicada para o tratamento de azia, gastrite, excesso de acidez gástrica, diabetes e cálculos renais. Pode ser ingerida após as refeições pois facilita a digestão.


Gioconda:  Sua classificação é clorossulfatada sódica-alcalina, com pH 8.3. Contém sulfato de sódio e é indicada para tratar males do fígado, vesícula biliar e falta de acidez gástrica. Aconselha-se ingestão antes das refeições.


Juventude: Clorossulfurosa-alcalina, seu pH é 9.1. Indicada para tratamento de reumatismo, artrites, diabetes, alergias, asma, colites, dermatites, intoxicações, inflamações e relaxamento muscular.

Para entender o que é o pH e as classificações das águas acesse aqui.


A foto mostra as águas em fontes termais
As águas Gioconda, Almeida Salles e Juventude podem ser tomadas e coletadas para levar para casa no Fontanário Municipal (Foto: Giovana Moraes/Impacto Ambiental)

Águas de São Pedro se orgulha de abrigar a fonte sulfurosa, Juventude, reconhecida como a primeira das Américas e segunda do mundo em teor de enxofre. Dr. Celso Marques, médico termalista e vice-prefeito da cidade, explica que tal água tem 34 miligramas de enxofre por litro.

Esse número só é inferior ao da fonte Pergoti, na Itália, porém a brasileira é melhor para os tratamentos médicos, já que seu pH a torna alcalina. A fonte italiana é muito ácida, não sendo propícia para banhos e ingestão.


Dr. Celso conta que nos eventos nacionais e internacionais sobre termalismo em que é chamado para palestrar, as fontes aquapedrenses sempre são destaque, por conta de serem exploradas como recurso medicinal, estético e turístico. Tal destaque dá-se pelo investimento que a cidade fez na construção do SPA Thermal e do Fontanário Municipal.


SPA vem da expressão em latim “sanus per aqua” que significa saúde pela água. É exatamente esse conceito empregado em Águas de São Pedro. Desde a reforma do antigo Balneário Municipal em 2013, as novas locações proporcionam tratamentos medicinais como os banhos de imersão, massagens e inaloterapia (inalação da água sulfura para melhora do aparelho respiratório), além de estéticos.


A foto mostra a frente do Thermas Spa, tem uma grama verde em frente. Há palmeiras no fundo e a construção tem paredes azuis.
O Thermas SPA funciona de domingo a quinta-feira das 7h30 às 12h30 (Foto: Giovana Moraes/Impacto Ambiental)

A equipe de profissionais do SPA oferece tratamentos estéticos como acupuntura, hidratações, máscaras faciais, massagens relaxantes, drenagens e banhos alternativos com sais, ervas e lama. Também tem fonte das três águas medicinais para beber.


No SPA Thermal a média de valores dos banhos medicinais é de R$22,00. E há descontos para moradores da cidade e aposentados. Valéria Tardivelli, comerciante da cidade, é uma das moradoras que usufrui do SPA, fazendo uso desse desconto.


Valéria conta que se sente bem tranquila e relaxada depois do banho sulfuroso. Também relata que através da água da Juventude conseguiu amenizar a dor de um machucado na perna:

“Eu fui andar de bicicleta e cai, no dia seguinte vim fazer um banho, do jeito que eu coloquei a perna machucada na água parou a ardência na hora. Foi perfeito!”

banheira com água sulforosa
Banheira preparada com água sulforosa, a duração do banho é de 20 minutos. (Foto: Giovana Moraes/Impacto Ambiental)

A cor escura, a densidade e o cheiro forte são características decorrentes dos metais presentes na água. Dr. Celso Marques explica que a Juventude tem o cheiro parecido com “ovo cozido” por seu alto teor de enxofre.


Quem aproveita da água abundante que pode ser coletada no Fontanário Municipal é a família da Dona Maria Meneghelli. Ela e o genro, Márcio Massucato, moram em Barra Bonita e sempre que podem vão à Águas de São Pedro para fazer os banhos medicinais no SPA Thermal e pegar água para levar até a sua cidade.


Eles contam que até a cachorrinha da família, que estava com problemas no rim, obteve melhora após começar a beber da água Almeida Salles. Levando para casa dois galões cheios de água, Dona Maria relata que se sente muito bem após o banho de imersão. Ela diz que já no dia seguinte sente-se mais disposta.


Pessoas pegando água na cidade. Uma mulher, negra, veste blusa verde mexe na torneira. Uma mulher branca, idosa e um homem de meia idade pegam galões de água.
Márcio e Maria levam para casa galões da fonte Almeida Salles (Foto: Giovana Moraes/Impacto Ambiental)

As águas sulfurosas são indicadas para ingestão imediata ou dentro de um dia. Após esse período suas propriedades se intensificam e podem causar desarranjo intestinal. Para lavar o rosto e passar na pele não há problema, como explica Dr. Celso Marques.


As moléculas de enxofre são ligadas às da água e não se separam com o tempo, por isso pode-se usar com esse fim depois de alguns dias fora da fonte. Ele ainda dá a dica de congelar a água coletada, para melhor condicionamento e uso posterior.


A combinação água medicinal mais tranquilidade e beleza da cidade interiorana é considerada o verdadeiro milagre de cura. Dr. Celso Marques esclarece que a comunidade médica ainda é um pouco cética quanto aos benefícios à saúde das águas termais. Entretanto, acreditam  no poder da mente sã para um corpo são. Edição: Maria Gabriela Zanotti


0 visualização