• Fulano

Resenha – Moana: Um mar de aventuras!

Conheça a Moana, princesa que é apaixonada pelo mar


Moana em cena do filme

Por Autoria Desconhecida


Um ilha. Uma tribo. Um oceano. Moana é a protagonista do novo filme da Disney, “Moana: um mar de aventuras”, que estreou dia 5 de janeiro no Brasil e está sendo recebido positivamente pelo público. O motivo é simples: risadas, cenas fofas, interação com a natureza e muita aventura.


Moana é filha do chefe de uma tribo que se situa numa ilha da Oceania. Sedenta por aventura, o sonho de Moana, desde criança, é navegar para o mar aberto. Porém, seu desejo vai contra uma lei da tribo, já que o chefe, seu pai, considera o mar aberto extremamente perigoso.


Moana bebê no mar
(Foto: Reprodução)

A tribo de Moana é recheada de histórias mitológicas. A principal é sobre a deusa Te Fiti, que criou as ilhas e toda a fauna e a flora presente nelas, incluindo a que Moana vive.


O problema é que Maui, um semideus ambicioso, roubou o coração de Te Fiti para que encontrasse e derrotasse Te Ka, um monstro de lava. No entanto, Maui perde a luta contra Te Ka e, como castigo, desaparecem no mar o seu anzol, presente dos deuses que lhe dá poder, e o coração de Te Fiti.


Moana e Maui
Moana e Maui, semindeus que atravessa o mar ao lado da princesa. (Foto: Divulgação)

O filme começa a se desenvolver melhor quando a tribo começa a ter dificuldades para pescar no mar. Logo, Moana descobre que a ilha está sendo amaldiçoada porque Te Fiti, a deusa que cria a vida, precisa do seu coração de volta. Sem o coração, todas as ilhas que ela criou serão amaldiçoadas e acabarão.


Então Moana parte para o mar à procura de Maui, para juntos devolverem o coração de Te Fiti, salvando seu povo e sua ilha. Com a companhia de um frango desastrado e poucas habilidades de navegação, Moana inicia sua missão de encontrar Maui e Te Fiti.


O frango e Moana
Hei Hei, o frango que enfrenta o mar ao lado de Moana. (Foto: Reprodução)

A relação entre Maui e Moana demora para se tornar amigável, devido à relutância do semideus em ajudar a jovem, o que torna o filme cheio de cenas irônicas e engraçadas.


Além disso, a trama apresenta músicas cantadas pela aventureira e outras pelo semideus, um jeito interessante de contar suas vidas e prender a atenção do público, principalmente o infantil. Mas se engana quem pensa que Moana é somente para crianças, a história realmente encanta todas as idades.


Dos mesmos criadores de “Zootopia” e “Frozen: uma aventura congelante”, a importância da natureza nesse filme é o que chama a atenção e torna essa animação um diferencial da Walt Disney.


O oceano torna-se um dos personagens do filme e obtém formato de uma onda pequena em vários momentos, para ajudar Moana nas dificuldades que ela encontra no mar. A maneira como a protagonista conversa com a água e pede-lhe ajuda assimila-se à ideia de que o oceano tem poderes mágicos.


Assista ao trailer abaixo:



FICHA TÉCNICA: 

Direção: Ron Clements e John Musker Produção: Osnat Shurer Roteiro: Jared Bush Gênero: Musical, fantasia, aventura Edição: Jeff Draheim Distribuição: Walt Disney Animation Studios


Leia mais:


Resenha – Bee Movie: a história de uma abelha

7 animações para aprender sobre o meio ambiente

Resenha – Food, INC: a sua comida não brota no supermercado

2 visualizações