• isabelescavassa

Seis meses de governo Suéllen; saiba o que foi feito na área ambiental

Semestre contemplou acordo com o Ministério do Meio Ambiente e retomada de antigos projetos


Montagem quadrada utilizando fotografias. Em primeiro plano e no centro há um círculo branco com a frase Gestão Cidade Bauru Suéllen. Ao redor do círculo há 7divisões com os meses "março, abril, maio, junho e fevereiro". Em cada uma das divisões há uma foto. Em maio há uma fotografia de um banner com a frase VAMOS SEMEAR NOSSO FUTURO VENHA PLANTAR COM A GENTE. Ao lado há duas pessoas, um homem e uma mulher, um em frente ao outro. Em fevereiro há uma parte de uma caçamba de lixo com entulho. Em março há duas fotografias, um print de uma videochamada e outra com uma mulher negra de cabelos cacheados, usando máscara branca e assinando um papel. Ao lado dela está um homem branco de camiseta branca, usando máscara preta, que a observa assinar. Em abril há a fachada do zoológico de Bauru escrito ZOO BAURU e a placa que indica Zoológico Jardim Botânico. Em maio há uma mulher negra debruçada sobre uma mesa assinando um papel, ela usa um blazer preto, blusa branca e máscara preta. Atrás dela está um homem branco de camisa social azul e calça social cinza, usando máscara azul e a observando assinar.
Prefeitura retoma antigos projetos e dá início a novos acordos. Arte: Luana Pimenta

Por Isabele Scavassa


A gestão de Suéllen Rosim (Patriota) concluiu seu primeiro semestre no final do mês passado. Formada em jornalismo, a então prefeita de Bauru venceu as eleições municipais de 2020 com 89.724 votos, equivalente a pouco mais de 55% do total. Ainda nesse sentido, vale destacar que as abstenções na cidade chegaram a 32% em 2020, enquanto os votos brancos e nulos somaram cerca de 13% da estatística.


O atual governo tem a primeira mulher a ocupar o cargo mais alto no Executivo da cidade e conta com uma chapa composta pelo vice Orlando Dias. Ao longo de seis meses, a administração de Suéllen desenvolveu atividades dentro do escopo ambiental, com a ajuda de repartições como a Secretaria Municipal do Meio Ambiente (SEMMA) e a Secretaria Municipal de Agricultura e Abastecimento (SAGRA).


Inicialmente, a parte do plano de governo divulgado antes das eleições já mencionava ações na área ambiental. Elas incluíam estabelecer um plano de arborização da cidade, otimizar a coleta seletiva de lixo e fortalecer projetos de educação ambiental.


A agricultura também foi contemplada nas metas em termos de investimento na produção local, por meio de convênios entre a prefeitura e órgãos como SEBRAE/SP e Sindicato Rural/FAESP/SENAR. O saneamento básico, por sua vez, teve menção aos números preocupantes para reforçar a importância do tema.


Até o momento, ações em diversos aspectos foram desempenhadas ao longo desses seis meses. A assessoria de comunicação da prefeitura listou algumas das atividades desenvolvidas no semestre. São elas:


  • Adesão a Operação Corta Fogo;

  • Recuperação da praça do Horto Florestal;

  • Movimentações do zoológico para tornar-se um bioparque;

  • Retomada da campanha “Caçamba não é Lixeira” sobre descarte de resíduos;

  • Criação da visita online em 360º do Jardim Botânico;

  • Realização da XXI edição da Semana Integrada do Meio Ambiente de Bauru (SIMAB);

  • Consolidação do acordo de cooperação entre Prefeitura e Ministério do Meio Ambiente;

  • Doação de 200 mudas Fazenda São Luis para o Plano de Conservação e Recuperação da Mata Atlântica e Cerrado;

  • Início da demarcação de roteiro de fiscalização Área de Proteção Ambiental (APA) Água Parada;

  • Fiscalização e multa por infrações ambientais, descartes irregulares de resíduos, fiscalização em empresas.

Para além dos itens destacados, o Impacto Ambiental catalogou mais algumas atividades executadas e documentadas pela assessoria no site da prefeitura. Elas incluem:

  • Criação da comissão para regulamentar o projeto Cidade Verde e Azul;

  • Cerimônia de posse dos novos membros do Comdema;

  • Reunião entre SEMMA e Associação dos Transportadores de Entulhos e Agregados de Bauru (ASTEN) sobre destino do entulho;

  • Doação e troca de sementes em feirão pelo Projeto Cemeia;

  • Reinauguração da Feira Livre na Praça José dos Santos nesta quarta-feira;

  • Implantação de horta suspensa no Programa Cozinha Comunitária;

  • Início do curso sobre nutrição biológica de plantas promovido pelo Senar e pela SAGRA.


Eventos de destaque


 Fotografia mostrando uma mulher negra e um homem branco lado a  lado. Ambos seguram um documento aberto e estão fotografados da cintura para cima. A mulher está vestindo um blazer preto, uma blusa branca e uma calça escura. Seus cabelos são cacheados da cor castanho claro. Ela também está de máscara preta. O homem veste calça social bege, camisa social lilás de mangas compridas e uma máscara azul marinho. Em seu colarinho há um óculos de armação vermelha pendurado. Seus cabelos são curtos e da cor castanho escuro.
Prefeita assina acordo de cooperação com o ex-ministrocom ex-ministro Ricardo Salles. Foto: Reprodução/Jornal Dois

Março foi marcado pela posse dos novos membros do Conselho Municipal de Defesa do Meio Ambiente (Comdema) que vão atuar no biênio 2020/2021. Nomeados pela prefeita Suéllen, o grupo de 29 integrantes ficará responsável por discutir políticas públicas na área ambiental, tais como recursos hídricos, arborização urbana e saneamento básico.


Logo no mês de maio, a cidade recebeu a visita do ex-ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles. Durante a passagem pelo município, Salles visitou o Rio Bauru, a Estação de Tratamento de Esgoto - em construção há pelo menos cinco anos - e o depósito de resíduos do Jardim Mendonça.


A vinda à cidade culminou em um acordo de cooperação entre o ministério e a prefeitura. O documento promete ajudar na obtenção de máquinas e equipamentos para desassorear o Rio Batalha, processar corretamente os detritos de construção civil e podar árvores altas.


Em julho, a prefeitura deu sequência à XXI Semana Integrada do Meio Ambiente de Bauru. O evento teve início no dia 1º e realizou palestras e ações dentro da temática “O despertar da consciência ambiental para a construção de uma sociedade justa e igualitária”.



Projeções futuras


O Impacto Ambiental entrou em contato tanto com a SEMMA quanto com a assessoria para perguntar sobre planos futuros, mas não obteve retorno até a data de publicação da matéria.



Edição: Nayara Delle Dono Revisão: Anna Araia e Nayara Delle Dono

31 visualizações